Crítica | Julie and the Phantoms

28 de set. de 2020

Oi Perdidos,

Julie and the Phantoms estreou neste mês na Netflix e causou certo burburinho nas redes sociais. 

Ela é baseada na série brasileira Julie e os Fantasmas, criada por Paula Knudsen, Tiago Mello e Fábio Danesi, que foi exibida nos canais Bandeirantes e Nickelodeon entre os anos de 2011 e 2012.

Dean DeBlois
Título: Julie ad the Phantoms
Série: 1ª Temporada
País: EUA
Ano: 2020
Diretor: Kenny Ortega
Atores:  Madison Reyes, Charlie Gillespie, Owen Joyner e Jeremy Shada
Gênero: Musical, Romance, Fantasia
Produção: Netflix
Classificação:


Julie é uma adolescente que perdeu sua paixão pela música após o falecimento de sua mãe.

Luke, Alex e Reggie faziam parte da banda Sunset Curve e morreram no dia em que iam fazer o grande show de suas vidas, há 25 anos atrás.

Por algum motivo, Julie consegue ver os três fantasmas e o amor pela música vai transformar a “vida” de todos. 


O diretor e produtor Kenny Ortega já nos apresentou High School Musical e não tem como não se lembrar dos filmes ao ver Julie and the Phantoms. A história é cativante, divertida, com ótimas musicas e cenas de dança.


Adorei as piadas envolvendo fantasmas [risos]. A série também traz representatividade. Julie é morena e descendente de latinos e Alex é homossexual.

Madison Reyes, que interpreta Julie, tem uma linda voz e Charlie Gillespie (Alec, o vocalista e guitarrista da banda) tem ótima química na tela.

A série americana está na sua 1ª Temporada e conta com 9 episódios de, aproximadamente, 30 minutos cada. Ótima para maratonar neste fim de semana! Divirta-se!

Com amor, André

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi Perdido,
Deixe o seu recado, seja ele um elogio ou uma sugestão.
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.