Resenha | O Marido do Meu Irmão 2

9 de jan. de 2020

Oi Perdidos,

Eu ganhei um mangá da minha amiga Juliana que acabou sendo uma das melhores surpresas de 2019. Estou falando de O Marido do Meu Irmão, de Gengoroh Tagame, publicado no Brasil em dois volumes pela Editora Panini.

O Marido do Meu Irmão 2
Amazon | Saraiva

Série: O Marido do Meu Irmão #2
Autor: Gengoroh Tagame
Tradutor: Caio Suzuki
Editora: Panini @editorapanini
Gênero: Drama, LGBTQ+, Mangá
ISBN: 9788542620542 Skoob
Páginas: 368
Ano: 2019
Classificação:



Acabei de ler o segundo volume durante a Maratona Literária de Verão, organizada pelo Victor Almeida, do canal Geek Freak. A maratona deste ano tem como tema o misticismo. Escolhi esse livro para o desafio representado pela carta “A Carruagem” (continuar uma série).

Os dois volumes de O Marido do Meu Irmão acompanham as três semanas que o canadense Mike conviveu com Yaichi e sua filha Kana. Yaichi não falava com o irmão gêmeo desde que ele se assumiu e decidiu ir morar no Canadá. Lá, Ryoji conheceu Mike e os dois se casaram. Algum tempo depois de Ryoji falecer, Mike viaja até o Japão para conhecer o cunhado e a sobrinha.

A jovem Kana se encanta imediatamente pelo tio estrangeiro, mas Yaichi se mantém cauteloso. Ele tem medo do que as pessoas podem achar dessa convivência inusitada. Com o tempo, a percepção de Yaichi em relação a Mike começa a mudar e ele tem a oportunidade de conhecer verdadeiramente o irmão gay através dos olhos de Mike.

Os personagens são incríveis e apaixonantes. Kana é uma menina esperta e curiosa. Mike é um verdadeiro urso. Grandão, ruivo e peludo. Yaichi é mais introvertido, mas a forma como ele cuida da filha é cativante.

Gengoroh Tagame é o pseudônimo de um historiador de arte que desenha mangás gay japonês. Ele é mais conhecido por suas obras sobre sadomasoquismo e violência sexual, mas, aqui, ele opta pelo sentimento.

O Marido do Meu Irmão é de uma sensibilidade ímpar e me emocionou em diversos momentos. Tem páginas sem diálogo algum que são capazes de atingir direto no coração. Esse mangá LGBTQ+ é uma emocionante história familiar sobre amor e preconceito.

Eu gosto de mangás, mas não sou um leitor assíduo. Conheço pouco dessa forma de arte, entretanto, histórias como O Marido do Meu Irmão me fazem querer conhecer e ler mais.

See you Again.

8 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Nunca li um mangá, mas tenho bastante curiosidade, um dia ainda quero ler um. Esse que você indiciou parece ser muito bom, não conhecia ainda. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Eu li vários mangás em 2019, era algo que não tinha o hábito de ler e gostei muito. Contudo, confesso que não conhecia essa obra em questão e talvez eu pegaria para ler. Gostei da sua publicação!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Eu não conhecia essa obra e já estou aqui muito apaixonada por elas! Já irei providenciar para ler com toda a certeza. parecer ser uma história linda e super sensível!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, me senti emocionada com essa história. Deve ser tocante! E deve mexer com as nossas estruturas, né? Ainda mais que o irmão gêmeo deve sentir muito por não ter conhecido tão bem seu próprio irmão. E tem uma criança no meio disso tudo que faz tudo mais encantador. Amei!!


    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  5. Eu goataria de estar parricipando na maratona de verão, mas seria um flop forte... rs
    Ainda não conhecia o livro e já fiquei bem curiosa pelo enredo. Imaginei as partes sensíveis e acho que se tiver a oportunidade de ler, irei me emocionar.
    Valeu pela dica

    ResponderExcluir
  6. Que bom que a história tem essa delicadeza, é uma forma de mostrar que o amor pode tudo. Eu também não sou muito de ler mangá, ainda mais tendo essa temática, mas leria sem problema. Ainda mais depois de ver sua opinião positiva. Enfim, dica anotada viu.


    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Olá!!!
    Que mangá mais fofo e que tem uma mensagem tão maravilhosa. Eu simplesmente a forma mesmo sendo simples de trazer uma mensagem tão fofa e necessária.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oi Perdido,
Deixe o seu recado, seja ele um elogio ou uma sugestão.
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.