Resenha | Reino dos Morcegos

26 de mar. de 2019

Oi Perdidos,

A gente saiu do universo dos guerreiros templários de Monge Guerreiro para cair direto no Reino dos Morcegos. Só um bom autor como o capixaba Romulo Felippe é capaz de nos transportar de uma alta fantasia para a aventura infanto-juvenil de um morceguinho albino supersimpático.

Reino dos Morcegos
Amazon | Submarino

Autor: Romulo Felippe @romulo felippe
Ilustrações: Elizabeth Lara
Editora: Cavaleiro Negro
Gênero: Aventura, Infanto-Juvenil
ISBN: 9788592594053 Skoob
Páginas: 152
Ano: 2018
Classificação:

Estamos em plena Idade Média, no sul da França; o ano é 1234. Os morcegos são proibidos de voar para dentro das muralhas de Carcassone, o Reino dos Homens, mas Frederico, também conhecido como Fred ou Morceguito, não é muito de seguir ordens. A corvo Ming e o esquilo-voador Sorrateiro são irmãos adotivos de Morceguito e os 3 estão sempre aprontando para desespero do Rei Joshua.

Ancião conta a profecia para Morceguito, o "Príncipe Branco"
Antes do seu nascimento, “Príncipe Branco”, circulava por Carcassone uma antiga profecia. Nela, dizia-se que a vinda de um morcego mudaria o mundo. Que esse ser iluminado lideraria seu povo em uma aliança de paz entre mamíferos voadores e os seres humanos.

Morceguito vai contar com a ajuda do príncipe Frank e da princesa Yasmin de Carcassone para cumprir a profecia, mas precisa tomar muito cuidado com a bruxa Maldiva e seus capangas, o falcão Caçador e o gato Trevas.

A bruxa Maldiva
Quando a gente pega Reino dos Morcegos nas mãos, não tem como não ficar encantado com a edição maravilhosa da editora Cavaleiro Negro. O livro tem capa dura e folhas amareladas de gramatura maior do que o normal. As letras e o espaçamento colaboram para uma leitura prazerosa. As belas ilustrações feitas pela venezuelana Elizabeth Lara deixam o livro ainda mais lindo.


O texto de Romulo Felippe é uma delícia e os personagens, adoráveis! Adoro quando um autor não trata seus leitores como idiotas. Só porque são crianças e adolescentes, não significa que são limitados. O autor fala sobre temas importantes, como: família (mesmo que não seja a de sangue), lealdade, amizade e amor.

O livro traz ainda um prefácio escrito pela autora Sarah Cohen, de O Menino do Outro Mundo. O texto é tão rico que não parece ter sido escrito por uma menina de apenas 12 anos. No final, o autor Romulo Felippe explica um pouco mais sobre a importância dos morcegos para o nosso planeta, assim como a história real de Carcassone.

Reino dos Morcegos é para as crianças de todas as idades. Uma aventura mágica, encantadora e muito divertida.

Com amor, André

Resenha publicada originalmente no blog Clube do Farol

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi Perdido,
Deixe o seu recado, seja ele um elogio ou uma sugestão.
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.