Crítica | Como Treinar o Seu Dragão 3

20 de jan de 2019

Oi Perdidos,

Tudo começou em 2010 quando o atrapalhado Soluço acertou um Fúria da Noite. Só que ao invés de matar o dragão, eles se tornam amigos inseparáveis. Nove anos depois Soluço e Banguela chegam aos cinemas em sua terceira e última aventura.

Dean DeBlois
Título: Como Treinar o Seu Dragão 3
Título Original: How to Train Your Dragon: The Hidden World
País: EUA
Ano: 2018
Diretor: Dean DeBlois
Atores: Gerard Butler, Cate Blanchett e Jonah Hill
Gênero: Desenho, Aventura
Produção: DreamWorks Animation
Classificação:


O pai de Soluço sempre contou para o filho sobre o Mundo Oculto, a terra de onde vêm todos os dragões. Com a morte de Stoick, Soluço se torna o chefe vinking de Berg. Ele precisa achar uma solução para a superpopulação de dragões enquanto luta contra os caçadores que os querem mortos. Soluço sonha em encontrar um lugar onde humanos e dragões possam viver em paz.

Durante essa busca, Soluço precisa enfrentar o caçador Grimmel que deseja matar todos os Fúrias da Noite. Ele é um vilão que não deve ser menosprezado. Enquanto isso, Banguela se apaixona pela Fúria da Luz.

Banguela e Fúria da Luz
Banguela se encanta com a Fúria da Luz
O tema central de Como Treinar o seu Dragão 3 continua sendo a amizade improvável entre um vinking e um dragão. Essa amizade é colocada a prova quando Soluço percebe que Banguela está feliz com a sua nova companheira, fazendo com que ele fique inseguro e repense seus objetivos. O filme traz momentos emocionantes, assim como momentos cômicos e de muita ação.

Banguela
A amizade de uma vida
Acredito que todo mundo ficou triste com a morte de Stoick no segundo filme da trilogia, por isso as cenas de flashback em que ele aparece conversando com o pequeno Soluço são tão fofas.

Onde há amor, há perda, filho. Faz parte. Às vezes dói, mas no final... vale a pena. Não há presente maior do que o amor.

Os momentos mais engraçados, ficam por conta das dicas de casamento dadas pelo Cabeça Dura e as cenas de acasalamento entre Banguela e a Fúria da Luz.

O filme é um deleite visual, principalmente as cenas no Mundo Escondido. O efeito 3D vale a pena e a dublagem é muita boa. Outro destaque é a trilha sonora de John Powell.

Soluço e Astrid
Soluço e Astrid no Mundo Escondido
Muita gente não gosta de assistir desenhos nos horários mais cedo por causa da criançada que costuma fazer muito barulho, mas eu gosto de ver a reação dos pequenos. Afinal, o filme é feito para eles. Adoro quando eles batem palmas quando tudo dá certo no final, porque demonstra o quanto estavam envolvidos com a história.

Também quis bater palmas, mas consegui me segurar. Só não consegui segurar as lágrimas que rolavam dos meus olhos. Não sei se estava chorando por causa do final que é lindo e triste ao mesmo tempo, ou se já estava sentindo saudades da dupla Soluço e Banguela.

Para quem não quer se sentir órfão dos personagens memoráveis, que tal a gente começar a ler a série de livros homônima escrita por Cressida Cowell e publicada pela Editora Intrínseca?

Com amor, André

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi Perdido,
Deixe um elogio ou uma sugestão.
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.