Resenha | Calafrio (Os Lobos de Mercy Falls #1)

16 de nov de 2018

Oi Perdidos,

Depois que li Garotos Corvos (A Saga dos Corvos #1) fiquei com muita vontade de ler outros títulos da autora Maggie Stiefvater. Ouço falar muito bem de A Corrida do Escorpião, mas a oportunidade apareceu quando encontrei um box com 3 dos 4 livros da série Os Lobos de Mercy Falls por apenas R$25,00.

Título: Calafrio
Série: Os Lobos de Mercy Falls #1
Autora: Maggie Stiefvater
Editora: Agir Now
Gênero: Romance, Sobrenatural, Lobisomem
Páginas: 344
Ano: 2015
Onde comprar: Amazon
Classificação:

Calafrio é o primeiro livro da saga de Grace e Sam. Há seis anos, Grace foi levada do balanço do quintal da sua casa por um bando de lobos. Durante o ataque, um belo lobo de olhos amarelos a salva do resto da alcateia. Desde então, ela passa todos os invernos observando os lobos no bosque próximo à sua casa na esperança de rever aqueles penetrantes olhos.

Quando Jack, um dos amigos da escola de Grace, desaparece, todos acreditam que ele foi mais uma vítima dos lobos e os homens da cidade saem para caçar as feras. Ela tenta impedir, com medo de que “seu” lobo seja morto, mas não consegue. Ela volta para casa triste e se depara com um garoto nu e ensanguentado caído na varanda de sua casa. Ao fitar os olhos de Sam, Grace sabe que está diante do lobo de olhos amarelos em forma de gente.

Você é minha troca de pele
Meu verão-inverno-outono
Eu corro pra te seguir
Que linda é esta perda.

Maggie Stiefvater escreveu um romance sobrenatural adolescente entre uma garota e um lobisomem. Gostei da forma como ela construiu a mitologia dos lobisomens. É diferente, mas respeita a lenda.

No início, achei que a autora não aprofundou muito seus protagonistas, e os personagens secundários não têm muita relevância narrativa. Mas, com o desenvolver da história, fui criando uma conectividade afetiva com eles. A narrativa não se compara com a poesia que é Garotos Corvos, mas isso não significa que o livro é ruim. É legal para quem curte o gênero! Eu, provavelmente, teria gostado mais se tivesse lido quando era mais jovem.

Os capítulos são bem curtos e a história é narrada em primeira pessoa, alterando o ponto de vista entre os de Garce e Sam. A edição da Editora Agir Now é competente, com boa diagramação, páginas amarelas, orelhas e uma bela capa. Lembro da capa branca de quando o livro foi lançado, mas o livro que tenho é a de capa cinza-azulada com a foto de um lobo.


Apesar dos clichês, me peguei secando algumas lágrimas que escorreram durante as últimas páginas.

Com amor, André.

20 comentários:

  1. Não conhecia a saga, mas adorei a premissa, ainda mais por ter essa pegada mitólogica. Saber que apesar de n~/ao ter aprofundado os personagens conseguiu uma conectividade com eles é bom, assim como adoro um clichê que tira lágrimas rsrs, quero ler.

    Aproposito, adorei o layout, diferente e lindo.

    https://acabinedeleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado.
      Se você gosta de um clichê (também gosto!), vai gostar de Calafrio. Em breve trago a resenha do segundo livro da série.
      Volte sempre aos Garotos Perdidos!
      Com amor, André

      Excluir
  2. Olá!
    Confesso que o tema lobos, lobisomem, não me atrai. Geralmente as narrativas são bem arrastadas para mim.
    Já tinha ouvido falar na autora, porém não conheço a escrita.
    É legal no entanto, saber que a autora foi coerente ao trazer na narrativa a mitologia desses seres.
    Sem dúvidas para os apreciadores desse tipo de leitura é uma dica e tanto.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila,
      Se você deseja conhecer a Maggie Stiefvater, recomendo o livro Garotos Corvos.
      Bom te ver por aqui. Volte sempre!
      Com amor, André

      Excluir
  3. Oi, André!
    Ainda não conhecia essa saga da autora, mas Garotos Corvos está na minha lista dos livros que quero muito ler. Gosto muito de livros de fantasia e acho que a mitologia dos lobisomens é uma das mais interessantes, por isso penso que eu iria gostar desse livro. É uma pena que os personagens secundários não tenham ganhado muito aprofundamento, mas acho que eu poderia ler o livro mesmo assim como um passatempo descompromissado. Obrigada pela dica, sua resenha está ótima! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica,
      Você acertou em cheio. Calafrio é um bom passatempo descompromissado. Ótimo para ler entre livros mais densos ou para sair de uma ressaca literária.
      Espero que goste da leitura! Garotos Corvos é mais denso e demora um pouco pra engrenar, mas depois é maravilhoso.
      Obrigado pela visita.
      Com amor, André

      Excluir
  4. Oi, André. Tudo bem?
    Eu não conhecia a autora e nem os livros, mas cansei um pouco dessa premissa, sabe? Já li tantos livros parecidos que acabei enjoando, mas quando algum me desperta interesse eu procuro ler. Não fiquei tão curiosa assim para ler porque me parece ser bem previsível, mas acredito que se tivesse a oportunidade eu o leria sim.

    ResponderExcluir
  5. Ola André...
    Por mais clichê que o livro seja, o seu encanto para nós prevalece e isso que importa. Não conhecia esses livros e tambem nunca tive a oportunidade de ler a autora. Tenho uma dificuldade grande em ler livros juvenis, entao infelizmente nao sei se esse é pra mi..

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Peguei o e-book de graça no Kindle, mas até agora não consegui parar e fazer essa leitura, apesar de ser um livro que está há muito tempo na minha wishlist. Adorei saber um pouco mais do enredo e suas impressões, fiquei ainda mais ansiosa para fazer essa leitura, sobretudo por ter lobisomens.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Como você disse na resenha, para quem curte o estilo literário esse livro é um prato cheio e eu sou um que até salvei a foto porque irei ler com certeza, estou muito curioso para saber dessa história, além de provavelmente ela ser uma leitura rápida. Valeu mesmo pela dica e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com tudo o que você disse, a propósito, li esse livro quando tinha 17, 18 anos, a capa era diferente até, e gostei bastante! Não sei se esse sentimento sobreviveria a uma releitura, mas lembro com muito carinho dessa série.

    ResponderExcluir
  9. Olá, André!

    Alguns anos atrás eu era muito fã de histórias sobrenaturais e lia contos de lobisomens e me encantava! Lembro de um livro cujos capítulos eram postados na comunidade do Orkut e eu devorava cada página. Só que depois o Orkut deixou de existir e não sei se a autora continuou suas postagens no WattPad ou se nunca terminou a história. :(

    Já ouvi falar muito dessa série, mas embora já tenha me interessado em lê-la nunca levei tal interesse adiante. E a verdade é que não sei se futuramente conseguirei ler. São muitos livros pendentes e pretendo priorizar outras tramas sobrenaturais que já estão na lista há mais tempo.

    Eu gosto de tramas juvenis, ainda mais por ser fã incondicional da saga Crepúsculo, e creio que também ficaria envolvida com o amor entre Grace e Sam. Espero que eles tenham final feliz.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi André, li esse livro a muito tempo e concordo contigo, quando lemos mais jovem, a história de fato abarca a todas as nossas necessidades, depois que criamos certa maturidade literária, nem tanto assim, mas não deixa de ser uma narrativa interessante.

    ResponderExcluir
  11. Oi, André.
    Quando essas novas edições foram lançadas, fiz uma maratona e li todos os livros da série de uma vez!! Rs... Apesar de ter uma certa agonia de histórias com lobos, me dei bem com esse livro. Mesmo com todos os clichês! Rs...
    É uma leitura despretensiosa e dá para passar um tempinho! Rs...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  12. Oi, Andre!
    Eu amo tanto este livro que não tenho nem palavras para falar sobre ele. A série inteira é bem construída e com umas passagens que pegam no coração e marcam o leitor por um bom tempo. Nesse primeiro volume Sam me surpreendeu muito e Grace é uma personagem que vai amadurecendo com cada coisa que acontece que dá vontade de guardar num potinho. Por ser uma série mais antigas, a escrita e fluidez da Maggie mudou bastante, mas ainda é uma escrita maravilhosa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi André,
    Eu tenho esse livro na lista de desejados há muito tempo, mas nunca surgiu a oportunidade de ler. Gostei muito de conhecer suas impressões, mas acho que esse estilo de livro já não é mais pra mim, sabe?
    Lobisomens já não fazem meu coração mais acelerar.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  14. Oi André!
    Apesar de sempre estar ouvindo as pessoas falando sobre a autora, eu não conhecia essa série dela. Talvez por ser um pouco mais antiga e ultimamente (na verdade, até já passou um pouco o hype) só estarem falando da série Garotos Corvos.
    Como não sou das maiores fãs de histórias de lobisomens, não fiquei muito interessada. Mas adorei a sua resenha.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bom?
    Cara, AMEI a sua resenha! Eu sempre curti esses livros meio clichês em que um humano se apaixona por um ser fantástico. Já tawuei na minha lista de desejados, porque vou amar conhecer essa história!

    ResponderExcluir
  16. Apesar de ser um livro mais adolescente, eu curto bastante o gênero,a mistura de fantasia, mitologia e romance, me agrada muito mais que uma história que seja só romance por exemplo. Eu achei a trama bem interessante, fiquei com muita vontade de ler e com certeza vou colocar na minha lista.

    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar sobre essa autora, mas não conhecia essa série. No entanto, acho que você conseguiu uma ótima promoção hahaha.
    Te confesso que eu tenho o pé atrás com os livros dela desde que vi muitas resenhas negativas sobre o último livro da A Saga dos Corvos e perdi um pouco a curiosidade. No entanto, sei que a autora tem muitos fãs e um dia penso em dar uma chance para os livros dela.
    Gostei da premissa desse livro e, mesmo que você não tenha gostado tanto quanto de Garotos Corvos, parece ser uma leitura interessante. Vou anotar a dica e, talvez, comece a conhecer a escrita da autora através desses livros. Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.