Resenha | Ele: Quando Ryan Conheceu James

16 de out de 2018

Ele: Quando Ryan Conheceu James. Pelo título, você já sabe que se trata de um romance homossexual, mas Colleen Hoover (autora de Um Caso Perdido) disse ter lido em uma sentada só. Tudo bem que o livro não é grande. Tem apenas 254 páginas. O fato é que a dupla Elle Kennedy e Sabrina Bowen entrega um romance erótico excelente.

Título: Ele: Quando Ryan Conheceu James
Série: Ele #1
Autoras: Elle Kennedy e Sarina Bowen
Editora: Editora Paralela
Gênero: Romance, Gay
Páginas: 256
Ano: 2018
Onde comprar: Amazon | Saraiva
Classificação:

Ryan Wesley (Wes) é o principal atacante da Northern Mass e James Canning (Jamie), o goleiro da Rainier. Os dois são grandes promessas do hóquei universitário e já possuem propostas para grandes times da NHL, a Liga Nacional de Hóquei que é composta por times profissionais de hóquei no gelo dos EUA e Canadá.

Northern Mass e Rainer estão na semifinal do campeonato universitário e são os times mais cotados para a grande final. Wes e Jamie provavelmente vão se enfrentar no gelo. O problema é que eles se conheceram ainda crianças no Elites, um acampamento de hóquei de primeira linha em Lake Placid, Nova York. A amizade deles cresceu a cada verão que passaram juntos, até que Wes se afastou deixando Jamie sem entender o porquê.

Não sei. Sempre fomos competitivos. No último verão ele me desafiou... Nem sei o que aconteceu , na verdade. Ele só cortou o contato comigo depois daquilo. Parou de responder às minhas mensagens. Simplesmente... me demitiu.”

Depois de quatro anos sem nenhum contato, Wes tem a chance de se desculpar e explicar porque abandonou o melhor amigo. O que aconteceu no acampamento de verão quando tinham 18 anos é um grande mistério que vamos desvendando aos poucos.

O que mais gostei é que o livro retrata um amor mais maduro. Ambos estão com 22 anos, terminando a faculdade e decidindo suas vidas profissionais. Como Wes e Jamie são atletas, é claro que ambos têm corpos musculosos e atraentes, mas as autoras Elle Kennedy e Sarina Bowen definiram bem a personalidade de cada dos personagens. A maneira como essa relação se desenvolve de uma grande amizade para uma relação amorosa é bem realista e apaixonante.

A história é narrada alternando entre o ponto de vista de Wes e de Jamie. Acredito que cada autora escreveu um dos pontos de vista, porque não tem como saber quando é uma ou outra que está escrevendo. Queria muito saber quem escreveu quem.

Não quero contar muita coisa para não estragar o prazer de ir descobrindo as coisas que aconteceram e como cada um reagiu. Achei que a sinopse e o texto da orelha entregam muita coisa. Aconselho a não ler.

A diagramação da Editora Paralela está primorosa. Amei a capa com a fotografia em preto e branco de um casal se abraçando e o título em vermelho vibrante. As orelhas e a contracapa seguem essa mesma cor vibrante.

Ele: Quando Ryan conheceu James é um livro com muitas cenas eróticas, mas que não chegam a ser apelativas. Me identifiquei muito com o Jamie e, assim como ele, amo o lado rebelde do Wes. Me emocionei muito no final e já estou sentindo saudades desses dois lindos personagens.

Mas o caso com as famílias é que o sangue não significa nada. Você só precisa se cercar de gente que te ama. Essas pessoas que são sua família.

Minhas fraquezas são Wes, Jamie e um monte de Skittles.

Com amor, André.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.