Crítica | O Predador (2018)

17 de set de 2018
The Predator

Oi Perdidos,

Fui assistir O Predador (2018) na semana passada. A expectativa era grande por causa do filme homônimo de 1987, estrelado por Arnold Schwarzenegger, e do trailer que tem uma vibe dark perfeita para o gênero.

Shane Black
Título: O Predador
Título Original: The Predator
País: EUA
Ano: 2018
Diretor: Shane Black
Atores: Boyd Holbrook, Olivia Munn e Jacob Tremblay
Gênero: Ação, Terror, Ficção
Produção: Fox
Classificação: 2,5

A nova versão de O Predador começa com uma nave alienígena sendo perseguida e fugindo para o nosso mundo. A cena ensolarada e colorida me deixou preocupado, mas quando o atirador de elite Quinn McKenna (Boyd Holbrook, do ótimo Logan) chega ao local em que a nave caiu, o sangue começa a jorrar.

Um filme que não tem medo de mostrar sangue em época do politicamente correto já merece a minha atenção. Pena que logo em seguida o filme abuse do alívio cômico ao juntar Quinn com ex-militares cheios de problemas mentais. Eles estavam sendo transportados para um manicômio quando aproveitam a distração causada pelo Predador para fugir.

The Predator
Boyd Holbrook, Trevante Rhodes, Keegan-Michael Key, Thomas Jane e Augusto Agulera
O alienígena escapou do laboratório onde estava preso pelo governo. A bióloga Casey Brackett (Olivia Munn, de Oito Mulheres e um Segredo) perseguia o Predador e acaba se juntando ao grupo de Quinn para sobreviver. Agora todos são fugitivos e o problema piora quando Quinn percebe que o Predador está indo atrás da máscara e do bracelete que ele roubou da nave e que está com seu filho Rory (Jacob Tremblay, de Extraordinário).

Rory parece ter algum tipo de autismo, mas também é muito inteligente. Ele sempre sofreu bullying na escola, mas agora terá que lutar contra algo muito maior e muito mais perigoso.

O diretor e roteirista Shane Black, de Homem de Ferro 3 e Dois Caras Legais, tenta renovar a franquia, mas ele se perde entre a sátira e o típico blockbuster de monstros. O filme não é de todo ruim. Tem seus momentos, apesar do roteiro ser bem clichê.

Não foi dessa vez que Hollywood conseguiu renovar uma franquia de sucesso da década de 80 de forma convincente. Um filme pipoca que me deixou com muita vontade de rever o filme original.


Com amor, André

15 comentários:

  1. Olá! :D
    Com certeza já ouvi falar muito desse clássico do cinema, mas nunca me interessei muito em assisti-lo porque costumo não gostar muito de filmes de terror sangrentos. Saber que a nova versão do filme não esteve à altura do primeiro deve ser algo muito triste aos fãs do filme. Vi algumas outras pessoas comentando sobre não terem gostado da nova adaptação também, então posso dizer que não penso em assistir esse filme. Sua resenha é ótima, cheia de referências e muito bem escrita! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem? Já assisti franquias antigas de O predador.. Sempre achei um ser bizarro com aqueles "cabelos" é a boquinha esquisita.. Particularmente não tenho curtida novas edições, histórias ou versões de plots antigos.. Parece que perderam a fórmula.
    Assisti A freira por insistência da minha filha, com 9 anos a palavra dela foi decepção.
    Não consigo mais ver aquele potencial nos filmes como antigamente (não todos), mas os voltados para esse estilo e olha que era para ser bem melhor, já que com o passar do tempo temos melhoria na tecnologia, mas os roteiristas, ou diretores, parecem ter perdido a mão.

    Beijos..

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi! Gente, eu fico animada com releituras, porque penso, imagina se naquela época, que tinha muito menos tecnologia do que hoje, já era um filmão e agora, com tanta coisa que dá pra fazer, vai acabar com tudo! Mas aí eles inventam de mudar história, personagem.. Fica ruim demais! Também fiquei animada com o sangue, mas aí eles inserem elementos que nem fazem parte da história original.. Acho que tá difícil fazerem novas franquias.. Obrigada pelo post!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  4. eu já não gosto de livros de gênero, depois dessa sua resenha aí que não pretendo assistir mesmo, haha. que pena que não gostou do filme, mas que bom que te deixou curioso pra assistir o filme original (não sei pra que refazer um filme que já está feito, haha).

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Olá amore,

    Não curto muito esse tipo de filme, e quase não paro pra assistir nada...
    Adorei sua dica, mas não é algo que eu curta!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu adoro esse filme, assisti todos os antigos e quero muito assistir esse. Espero que seja tão bom quanto os demais. Adoro esse estilo cinematográfico.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Eu nem sabia que ia sair um remake de predador xD
    Eu não assisti ao original e provavelmente não vou ver esse também :x rsrs Achei engraçado os personagens serem ex-militares com problemas mentais, não é o que costumamos ver.
    Gente, o Jacob Tremblay tá em td que é filme que se precisa de uma criança hj em dia?
    Que pena que o novo filme não tenha sido tão bom quanto o primeiro :( deve ser mt frustrantes pros fãs.


    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie, esse definitivamente não é um filme que eu veria por vontade própria haha sangue pra todo lado não é minha praia, mas eu vi alguns comentarios sobre esse lançamento e muita gente estava ansiosa, uma pena que o diretor tenha pecado em alguns aspectos, há um peso muito grande em filmes tão bem trabalhados anteriormente.

    ResponderExcluir
  9. É uma bosta quando vc vai ver uma remasterização de um filme e é uma bosta! Cara queria entender qual é o problema deles para fazerem essas coisas estranhas?. Pelo enredo dele era para ser um filme daqueles que vc pode colocar no top 10 dos filmes de 2018.

    Mas vou dar uma olhada nele porque sua crítica me deixou bastante curiosa. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu assisti Predador há tanto tempo que nem me recordo da história direito. Agora essa nova edição parece bem interessante. Não me incomodaria o fato de ter sangue nas cenas, mas certamente é um tipo de filme que veria por curiosidade e não por achar que seja um filmaço.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Que pena que o filme não funcionou tão bem assim. Eu conheço o original e não sabia dessa refilmagem. Confesso que não fiquei nada animada para assistir, mesmo porque, parece ser um pouco perda de tempo. Gostei de ter lido sua sincera opinião antes de me arriscar em assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Não me julgue, porém não assisti quase nenhum clássico do cinema hahaha, sou mais dos clichêzinhos atuais. Anyway, fiquei interessada nesse filme por estarmos no mês do terror, acho que é uma ótima recomendação, mesmo não se igualando ao original, o que tem se mostrado algo dificl de acontecer.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ola Andre, tudo bem?

    Menino, eu sou muito chata em relação a essa historia de renascerem com os classicos, cara, penso eu que classico é classico e não deve ser mexido e sim respeitado!
    Adorei a sua resenha e as suas colocações. Em relação ao filme, nao é algo que eu veria, pois tenho problemas com aliens haha... mas valeu a leitura e compreender o seu ponto de vista.

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Eu só conheço o filme de ouvir falar e embora tenha curiosidade porque ele é sempre elogiado, confesso que acho que não vou gostar, por isso vou protelando.
    beijos

    ResponderExcluir
  15. O Predador de 1987 continua insuperável pelo visto, é um grande clássico assim como Alien do Ridley Scott, é uma pena que essas novas versões não cheguem nem perto da qualidade dos clássicos, ainda assim pretendo assistir essa nova versão. Parabéns pela crítica!
    Abraço!

    ResponderExcluir

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.