Crítica | Sol da Meia-Noite

18 de jun de 2018
Midnight Sun

Oi Perdidos,

Jurassic Word: Reino Ameaçado e Sol da Meia-Noite foram as maiores estreias dessa semana. Já vi os dois filmes e vou falar sobre o mais dramático deles. Lembro que, quando trabalhava em locadora de vídeo, os clientes nunca perguntavam se um blockbuster como Jurassic Word: Reino Ameaçado era bom. O filme saía por si só, mas tinham filmes que a gente precisava promover.

Midnight Sun
Título: Sol da Meia-Noite
Título Original: Midnight Sun
País: EUA
Ano: 2018
Diretor: Scott Speer
Atores: Bella Thorne, Patrick Schwarzenegger, Rob Riggle e Quinn Shephard
Gênero: Drama e Romance
Produção: Diamond Films
Classificação:



Você deve estar se perguntando porque estou contando isso. É porque Sol da Meia-Noite vai receber críticas melhores se for indicado para as pessoas certas. O filme é mais um drama sobre uma jovem doente que vive protegida dentro de sua casa desde a infância e deseja ser livre, como a Maddie de Tudo e Todas as Coisas (2017). Uma curiosidade é que o filme é uma refilmagem da mini-série japonesa Taiyô No Uta, de 2006.

Katie tem Xeroderma Pigmentoso. XP é uma desordem genética na qual a capacidade do organismo em remover os danos causados pela radiação ultravioleta é deficiente, por isso é necessário evitar por completo a exposição à luz solar. A mãe de Katie morreu quando ela era pequena, então, só pode contar com o amado pai (Rob Riggle) e Morgan (Quinn Shephard), sua única amiga. A vida de Katie sofre uma reviravolta quando Charlie a ouve tocando violão na estação de trem e se encanta por ela.

Sol da Meia-Noite
Katie (Bella Thorne) toca o violão da mãe na estação de trem
A ruiva Bella Thorne, que interpreta Katie, começou fazendo a série No Ritmo (2010) para a Disney. Depois continuou fazendo séries para TV e filmes de comédia e terror, como DUFF: Você Conhece, Tem ou É (2015) e A Babá (2017). Charlie é interpretado pelo belo Patrick Schwarzenegger, que fez Ligados pelo Amor (2012) e Como Sobreviver a um Ataque Zumbi (2015). Pelo sobrenome você já deve ter ligado ele à Arnold Schwarzenegger. Sim, ele é filho do ator e fisioculturista austríaco.

Sol da Meia-Noite
Patrick Schwarzenegger é Charlie
Esse romance dramático é cheio de clichês e tudo é bem previsível. Se fosse analisar a direção de Scott Speer (de Ela Dança, Eu Danço 4), a atuação do elenco e o roteiro, teria que falar mal do filme, mas eu gostei de Sol da Meia-Noite. O filme é fofo! Não deixe de ouvir a música Walk With Me. Mais um Guilty Pleasure para a minha coleção.

Se você gostou de A Culpa é das Estrelas, Tudo e Todas as Coisas e A Última Música, vai gostar bastante de Sol da Meia-Noite. Eu gostei e me emocionei!

Só uma dica, o trailer é cheio de spoilers...


Com amor, André

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.