Resenha | Imperfeito

13 de mar de 2018

Oi Perdidos,

Fui apresentado à Imperfeito, de Robson Gabriel, durante a Bienal do Rio de 2017. A edição da Astral Cultural é bem feita e tem uma capa linda. Achei legal a editora indicar na contracapa que o leitor vai se deparar com uma história de temática LGBT, autoconhecimento e drama.

Título: Imperfeito
Série: Crescendo #1
Autor: Robson Gabriel
Editora: Astral Cultural
Gênero: LGBTQ+, Drama
Páginas: 215
Ano: 2015
Classificação:


Você pode conhecer tudo e todos, mas a partir do momento em que você não conhece a si mesmo, é como se o seu mundo não passasse de uma farsa.

Daniel teve a confirmação de que era diferente dos outros garotos aos 15 anos de idade, mesmo que desconfiasse disso há mais tempo. Ele só não conseguia assumir isso para si mesmo. Três anos depois, durante a festa de despedida do Ensino Médio, Bia desafia Daniel a beijar Andy. Ao mesmo tempo que Dan se sente feliz ao beijar o amigo, sabe que aquilo é errado. Isso faz com que ele se afaste um pouco dos amigos.

Todos esperavam que Dan fosse fazer faculdade de Educação Física. Ele opta por fazer Jornalismo, apesar de ser um ótimo jogador de futebol. Enquanto espera o resultado do vestibular, Dan conhece um garoto na frente do MASP que mexe muito com ele. Bernardo não tem medo e é feliz em ser gay. Dan queria ser como ele, mas não consegue. Eles se despedem e cada um segue o seu caminho.

Dan finalmente passa para o curso de Jornalismo da St. Germain e espera começar uma nova vida, com novos amigos. Gustavo, gay assumido, também é calouro da St. Germain e se mostra interessado em Dan, mas é rejeitado. Dan tem muito medo do que os outros vão pensar ou da família descobrir que é gay. O que sua mãe vai pensar se descobrir que ele nunca foi o que ela imaginou? A insegurança de Dan, faz com que ele tome várias decisões erradas.

Vivemos em um país em que ser um bandido é mais bonito, completamente normal e aceitável para a sociedade do que amar livremente quem se é.

Dan começa a namorar Ingrid, apesar de não sentir nada por ela, mas essa farsa pode ser desmascarada quando ele descobre que Bernardo (aquele garoto do MASP) também é aluno de Jornalismo da St. Germain e amigo de Ingrid.

Imperfeito é um livro que aborda as descobertas e a busca por aceitação que muitos homossexuais já passaram, passam ou ainda vão passar. Em muitos casos, esse processo não é fácil, por isso muitos preferem não se assumir. A trajetória do nosso protagonista não é bonita e deixa muita gente machucada pelo caminho, apesar dele ser quem mais sofre. O livro não é só para o público homossexual, qualquer leitor terá a oportunidade de entender melhor as dúvidas de quem se descobre ter atração por outra pessoa do mesmo sexo.

A narrativa de Robson Gabriel é fluida e prazerosa. Só achei que ele prolonga um pouco o drama de Daniel. Mas os personagens são bem construídos, nos fazendo torcer pelo personagem central e ficar com raiva de outros. A história não traz nenhuma cena de sexo, focando mais na luta de Daniel para se aceitar.

A história é forte, triste e emocionante. Estou ansioso para saber como tudo isso vai terminar, principalmente depois do final do primeiro livro. Inquebrável, segundo livro da duologia, já foi lançado pela Ler Editorial.

Beijos, André

Juntos somos o universo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.