Crítica | Sobrenatural: A Última Chave

18 de jan de 2018
A Última Chave

Oi Perdidos,

Eu gosto muito de filmes de terror, mas é difícil achar um que realmente agrade. Assisto sempre que surge um filme promissor na esperança de ser surpreendido. A última tentativa foi com a estreia desta semana.

Título: Sobrenatural: A Última Chave
Título Original: Insidious: The Last Key
País: EUA
Ano: 2018
Diretor: Adam Robitel
Atores: Lin Shaye, Leigh Whannell e Angus Sampson
Gênero: Terror
Produção: Blumhouse Productions
Classificação: ★★★

Sobrenatural: A Última Chave é o quarto filme da franquia. O nome de James Wan como produtor foi o que chamou a minha atenção. Ele dirigiu Velozes e Furiosos 7 e os ótimos Invocação do Mal 1 e Invocação do Mal 2.

A história é anterior aos outros filmes. Na verdade, os filmes da série Sobrenatural nunca seguiram uma ordem cronológica. Se você deseja assistir assim, deve ver 4, 1, 3 e 2 (obrigado Adorocinema).

A parapsicóloga, Dra. Elise Rainier, enfrenta sua assombração mais assustadora até agora – em sua própria casa.

Neste novo filme, conhecemos a difícil infância de Elise (Lin Shaye, de O Sinal: Frequência do Medo), personagem principal da franquia. Ela é médium desde criança e seu pai não compreendia isso. Ele sempre a deixava de castigo, trancada no porão da casa quando dizia ter visto um fantasma ou acontecia algo sobrenatural. Durante o castigo, ela acaba liberando um demônio que atormenta sua família há anos. Quando chega aos 16 anos de idade, ela não aguenta mais a violência do pai e foge de casa, deixando sua família para trás.

Sobrenatural: A Última Chave
Ava Kolker interpreta a jovem Elise
Vários anos depois, ela recebe uma ligação sobre um caso paranormal que está acontecendo na casa onde morou quando pequena. Ela precisa voltar para sua antiga casa e enfrentar o seu passado.

Temos um filme de terror bem produzido com algumas boas cenas de tensão e duas reviravoltas inesperadas. O filme tem um lado cômico representado pelos dois ajudantes de Elise que não me agradou tanto.

O demônio se chama KeyFace e é um personagem muito interessante. Repare nas pontas de seus dedos: tem chaves e lâminas afiadas. Poderia ter sido melhor aproveitado na história.

Sobrenatural: A Última Chave
KeyFace ataca mais uma vítima
O filme tem momentos interessantes, mas no geral acaba sendo mais do mesmo. Não há nada de novo na narrativa ou na direção, mas deve agradar os mais jovens que estão em busca de alguns sustos.

Beijos,

Pense em uma coisa boa,
e num instante você voa
Pense em uma coisa linda,
se você não voa ainda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oie,
Obrigada por visitar os Garotos Perdidos.
Sua opinião é muito importante para mim.