Resenha | O Médico e o Monstro

5 de dez de 2017

Oi Perdidos,

Em outubro, participei da Maratona de Terror #OutubroHorroroso e um dos livros que coloquei na minha TBR foi o clássico O Médico e O Monstro.

Queria ter lido mais durante a maratona, mas flopei, infelizmente, Li bastante durante o mês, mas foram livros de outros gêneros que foram emprestados por amigos queridos. Como não gosto de ficar com os livros por muito tempo, acabei passando eles na frente.

Título: O Médico e o Monstro
Título Original: The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde
Autor: Robert Louis Stevenson
Tradutor: Marcos Marcionilo
Editora: Melhoramentos
Gênero: Terror, Ficção Científica, Clássico
Páginas: 127
Ano: 2013
Classificação:


Você já deve conhecer a história do Dr. Jekyll, mesmo que não tenha lido a obra do escocês Robert Louis Stevenson, autor de A Ilha do Tesouro, outro clássico da literatura. O problema é que a história do livro é explicada contando o plot twist final, ou seja, um baita spoiler!


Em Londres, Richard Enfield estava voltando para casa quando visualizou um homem passando por cima de uma garotinha que devia ter uns 9 anos de idade, após ela ter esbarrado nele. Correu até o cavaleiro para tirar satisfações, mas ele tinha um olhar tão hediondo que deixou um sentimento de repugnância dominar a rua, como se fosse o próprio Satanás. Seu nome era Sr. Hyde, conta à Gabriel John Utterson.

Sr. Utterson é advogado e amigo pessoal do Dr. Jekyll, por isso estranhou quando recebe o testamento do doutor em medicina dizendo que sua última vontade era que todas as suas posses deveriam passar às mãos de Edward Hyde em caso de morte, desaparecimento ou de ausência inexplicada por qualquer intervalo superior a três meses. Isso incomodava o amigo pois ele nada sabia sobre o Sr. Hyde.

Dr. Lanyon e o Sr. Utterson são os dois amigos mais antigos do Dr. Jekyll e tentam alertá-lo sobre o risco daquele testamento. Afinal, se o Sr. Hyde fizesse algum mal ao amigo teria direito a toda a sua fortuna, mas os amigos são tranquilizados pelo médico.
O traço característico de um homem modesto é aceitar o círculo de amizades posto à sua disposição pelas mãos da oportunidade.

Os amigos começam a investigar qual é a relação entre o Sr. Hyde e o Dr. Jekyll entre assassinatos e mistérios até a grande revelação.

Se você ainda não sabe sobre o que estou falando, vou continuar sem dizer, afinal, você não vai receber esse spoiler por mim. Mesmo assim, acho muito difícil você não saber.

Não há como negar que O Médico e O Mostro é um clássico. Ele influenciou diversas outras obras artísticas, como A Liga Extraordinária, de Allan Moore; Van Helsin: O Caçador de monstros, filme que Stephen Sommers dirigiu em 2004 e Mary Reilly, de Valerie Martin. Pernalonga, Piu-Piu e Frajola, nem Os Trapalhões ficaram de fora, tamanho o alcance da obra de Stevenson.

A leitura foi muito prazerosa, apesar de já saber qual é o grande mistério da história. A edição da editora Melhoramentos traz pequenas ilustrações que enfeitam tanto as páginas físicas quanto as digitais da obra.

O Médico e o Monstro já foi adaptado várias vezes para o cinema, sendo que a primeira adaptação foi em 1931 e a mais recente foi lançada nos EUA no início desse ano.

Beijos

A segunda à direita e
depois sempre em frente
até o amanhecer

Um comentário:

  1. Oi, tudo bem?
    Esse livro parece instigante, porém não sei se gostaria da leitura devido a ser um clássico.
    O mistério dele parece ser maravilhoso, porém continua não me chamando a atenção...

    Beijão,
    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir