Resenha | Amante Eterno

18 de ago de 2017
J.R.Ward

Oi Perdidos,

Acho difícil fazer resenhas dos livros de uma série que não seja o primeiro porque, como não gosto de dar spoilers, acabo ficando sem assunto para escrever.

Isso não acontece com a Irmandade da Adaga Negra (IAN) porque cada livro conta a história de um dos irmãos da Irmandade, então, mesmo que aconteça muita coisa que não deve ser revelada, podemos comentar sobre o Vampiro Guerreiro, sua perdição¹ e a luta para ficar com sua Shellan².

Amante Eterno é o segundo livro da série IAN e conta a história de Rhage, também conhecido como Hollywood.

Título: Amante Eterno
Série: Irmandade da Adaga Negra #2
Autora: J. R. Ward
Tradutora: Jacqueline Valpassos
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance, Sobrenatural, Vampiros, Hot
Páginas: 447
Ano: 2011
Classificação:


Amante Eterno

Rhage é o lutador mais voraz da Irmandade da Adaga Negra. Seu nome remete à palavra rage que significa raiva e define muito bem a personalidade de Hollywood.

Por causa de seu temperamento explosivo, foi amaldiçoado há mais de 100 anos pela Virgem Escriba a se tornar parte homem e parte animal. Transforma-se em uma besta sempre que é tomado pela fúria. A única forma de evitar que a besta apareça é relaxar lutando contra os Redutores ou fazendo sexo com desconhecidas que ficam loucas com a sua beleza.

O filho da mãe era tão bonito que ninguém conseguia ficar indiferente a ele. O cabelo louro ostentava um corte curto na nuca com a frente mais longa. O azul de seus olhos era da cor do mar das Bahamas. E o rosto fazia Brad Pitt parecer um patinho feio.

Sempre foi o mais sedente por sexo entre os irmãos, porém, a vida dele não é tão divertida como muitos podem pensar. Precisa estar sempre alerta para evitar que a besta apareça e acabe machucando ou matando um de seus irmãos ou quem ama. Arrasado após uma de suas transformações, Vishous tenta tranquiliza-lo contando uma de suas visões sobre o futuro:

- Vou lhe contar uma coisa. Seu destino está vindo ao seu encontro. E ela chegará em breve.

Tudo muda quando ele conhece Mary Luce que trabalha em um escritório de advocacia e à noite é voluntária na Linha Direta para Prevenção de Suicídios.

Ela está em guerra contra o próprio sangue. Há tempos luta contra a leucemia, um tipo de câncer do sangue e da medula óssea. Achei inusitado o antagonismo entre a doença dela e o seu envolvimento com um vampiro que bebe sangue para sobreviver.

Eles se conhecem quando Mary acompanha o amigo John Mathew até o quartel general da Irmandade. Belle, vizinha de Mary, acredita que John pode se transformar em um Guerreiro e entra em contato com os Vampiros. Mary precisa ir junto porque John é mudo é só ela entende a linguagem de sinais.

Não será fácil para esses dois ficarem juntos. Enquanto ela luta contra uma doença grave, ele precisa lutar contra o seu lado animal e contra as tradições dos vampiros para poderem ficar juntos.

Amante Eterno

Okey, vamos falar sobre as minhas impressões sobre Amante Eterno, escrito pela americana J.R. Ward.

Se você leu a minha resenha sobre Amante Sombrio (primeiro livro da série), sabe que não gostei dele na primeira vez que li, mas gostei bastante na segunda oportunidade que tive. Lendo Amante Eterno consegui entender o que realmente aconteceu. As partes dos Redutores são bem chatas e suas histórias não acrescentam em nada à história. Isso ficou mais em evidência neste segundo volume porque como a história de Mary e Rhage é bem envolvente, toda vez que a autora mudava o foco para os Redutores tinha vontade de pular as páginas. Poderia ter feito isso que não teria feito falta nenhuma para a história, mas sou daqueles que lê o livro de capa a capa.

Outro problema de Amante Eterno é a solução encontrada pela autora para o final. Não posso falar muita coisa pra não dar spoiler, mas se você já leu o livro vai entender do que estou falando.

Falando assim, você vai pensar que não gostei do livro. Pelo contrário. Gostei dele mais do que Amante Sombrio. Temos uma história mais forte, com grandes desafios para os nossos protagonistas. Torci para Rhage e Mary e a autora consegue trazer sempre um detalhe novo sobre os outros personagens. Pena que aquele final me fez tirar um folha da classificação.

Um dos pontos altos é a cena do Rytho³ que Rhage precisa passar. Ela é forte, violenta e me deixou com o coração na mão.

Se você gosta de romances sobrenaturais com vampiros guerreiros, envolventes e sedutores, vale uma conferida.


Glossário:

¹ Perdição – Refere-se a uma fraqueza crítica em um indivíduo. Tal fraqueza pode ser interna, como um vício, ou externa, como uma paixão.

² Shellan – Vampira que tem um companheiro. Em geral, as fêmeas não têm mais de um macho devido à natureza fortemente territorial deles.

³ Rytho – Forma ritual de lavar a honra, oferecida pelo ofensor ao ofendido. Se aceito, o ofendido escolhe uma arma e ataca o ofensor, que se apresenta perante ele desprotegido.


Confira todos os livros da série Irmandade da Adaga Negra:

J.R.Ward

01. Amante Sombrio (Wrath & Beth) - Irmandade da Adaga Negra #1
02. Amante Eterno (Rhage & Mary) - Irmandade da Adaga Negra #2
03. Amante Desperto (Zsadist & Bella) - Irmandade da Adaga Negra #3
04. Amante Revelado (Butch & Marissa) - Irmandade da Adaga Negra #4
05. Amante Liberto (Vishous & Jane) - Irmandade da Adaga Negra #5
06. Amante Consagrado (Phury & Cormia) - Irmandade da Adaga Negra #6
07. Amante Vingado (Rehveange & Ehlena) - Irmandade da Adaga Negra #7
08. Amante Meu (John Matthew & Xhex) - Irmandade da Adaga Negra #8
09. Amante Libertada (Payne & Manello) - Irmandade da Adaga Negra #9
10. Amante Renascido (Tohrment & Autumm) - Irmandade da Adaga Negra #10
11. Amante Finalmente (Qhuinn & Blay) - Irmandade da Adaga Negra #11
12. O Rei (Wraith & Beth) - Irmandade da Adaga Negra #12
13. Os Sombras (Trez & Selena) - Irmandade da Adaga Negra #13
14. Beijo de Sangue (Butch & Marissa / Paradise & Craeg) - Legado da Irmandade da Adaga Negra #1
15. A Besta (Rhage & Mary) - Irmandade da Adaga Negra #14
16. Blood Vow (Rhage & Mary / Elise & Axe) - Legado da Irmandade da Adaga Negra#2
17. The Chosen (Xcor & Layla) - Irmandade da Adaga Negra #15
18. Blood Fury (Peyton & Novo) - Legado da Irmandade da Adaga Negra #3 [JAN/2018 nos EUA]
19. The Thief (Assail & Sola) - Irmandade da Adaga Negra #16 [2018 nos EUA]

Beijos

Pense em uma coisa boa
e num instante você voa.
 Pense em uma coisa linda
se você não voa ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário