Listas | Dia do Orgulho LGBTQ+ 2017

28 de jun de 2017

Oi Perdidos,

No dia 28 de junho comemora-se o Dia do Orgulho LGBTQ+. Não importa qual é a sua orientação sexual, lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e queers são muito mais do que as letras que formam a sigla LGBTQ+. São seres humanos que merecem nosso respeito!

Hoje em dia, há muito mais romances do gênero do que antigamente e isso não é uma forma de imposição ou afronta. Essas pessoas existem na sociedade e desejam se verem representadas nas novelas, filmes e livros, assim como os negros, os asiáticos, os indígenas...

Para comemorar esse dia de Orgulho, selecionei 5 livros lidos com a temática LGBTQ+.

A data celebra e lembra o episódio ocorrido em Nova York, em 1969. Naquele dia, as pessoas que frequentavam o bar Stonewall Inn reagiram a uma série de batidas policiais que eram realizadas ali com frequência.

O levante contra a perseguição da policia durou duas noites e, no ano seguinte, resultou na primeira parada do Orgulho LGBTQ+, realizada no dia 1º de julho de 1970 para lembrar o episódio. Hoje, as Paradas acontecem em quase todos os países do mundo e em muitas cidades do Brasil.

Infelizmente, a perseguição, a discriminação e as violências contra pessoas por causa de sua orientação sexual ou identidade de gênero não acabou.

Na literatura LGBTQ+, o autor mais conhecido é o americano David Levithan. Seus livros giram em torno de relações, conexões e diferentes tipos de amor entre pessoas. Ele já escreveu mais de 20 livros, mas ainda não li nenhum deles. Tenho que corrigir isso o mais rápido possível.


Garoto Encontra Garoto, do David Levithan, ganhou o LAMBDA na categoria juvenil em 2003. LAMBDA é o maior prêmio da literatura LGBTQ+. Esse prêmio americano começou em 1988 e tem diversas categorias.

Tenho que confessar que a maioria dos livros que li são com personagens Gays.
Vamos começar?

Simon Vs. A Agenda Homo Sapiens
Becky Albertalli
Editora Intrínseca

Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois.
Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte. Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.

Apenas um Garoto
Bill Konigsberg
Editora Arqueiro

Rafe saiu do armário aos 13 anos e nunca sofreu bullying. Mas está cansado de ser rotulado como o garoto gay, o porta-voz de uma causa.
Por isso ele decide entrar numa escola só para meninos em outro estado e manter sua orientação sexual em segredo: não com o objetivo de voltar para o armário e sim para nascer de novo, como uma folha em branco.
O plano funciona no início, e ele chega até a fazer parte do grupo dos atletas e do time de futebol. Mas as coisas se complicam quando ele percebe que está se apaixonando por um de seus novos amigos héteros.

Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo
Benjamin Alire Sáenz
Editora Seguinte

Dante sabe nadar. Ari não. Dante é articulado e confiante. Ari tem dificuldade com as palavras e duvida de si mesmo. Dante é apaixonado por poesia e arte. Ari se perde em pensamentos sobre seu irmão mais velho, que está na prisão.
Um garoto como Dante, com um jeito tão único de ver o mundo, deveria ser a última pessoa capaz de romper as barreiras que Ari construiu em volta de si. Mas quando os dois se conhecem, logo surge uma forte ligação. Eles compartilham livros, pensamentos, sonhos, risadas - e começam a redefinir seus próprios mundos. Assim, descobrem que o amor e a amizade talvez sejam a chave para desvendar os segredos do Universo.

Fera
Brie Spangler
Editora Seguinte

Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos - ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.

Saga Jishu
Josiane Veiga
Amazon

Esta é uma série de livros eróticos e indicado apenas para os maiores de 18 anos. Apesar de ser um livro erótico, a autora desenvolveu bem seus personagens e nos deixa envolvidos nessa história de amor entre dois astros do rock pop japonês.
Dentro da moralista sociedade japonesa, duas almas gêmeas lutam desesperadamente para viver seu amor. Ken Takeshi foi descoberto na infância por um caça talentos. Artista nato, ao lado de quatro amigos tornou-se um dos maiores ídolos do Oriente. Porém, o rapaz que era o sonho de todas as mulheres amava outro homem... Rendição, primeiro livro da série, fala da luta de dois jovens para viver um amor proibido. É o primeiro original voltado ao público GLS de Josiane Veiga e, sobre ele, a autora comenta: “É uma história de amor. Uma pura história de amor, capaz de enfrentar todos os desafios, sem deixar-se abater.”
Os livros que completam a trilogia são: Redenção e Remissão

Um Livro para Ser Entendido
Pedro HMC
Editora Planeta

Sei que estou roubando aqui. Este é o sexto livro da lista, mas Um Livro para Ser Entendido não é um livro de Ficção. Também não é um livro de autoajuda. É uma forma de entender o outro e, talvez, a si mesmo.
O livro de estreia de Pedro HMC, criador do Põe na Roda, maior canal LGBTQ+ do YouTube. O que é ser entendido? Muitos são e sequer se entendem. Outros são e não aceitam. Ainda existem os que não são e não respeitam. Muitos nem conhecem hoje o significado desse termo, que já foi muito usado como gíria entre gays ao se referirem a outros gays. Mas este livro está longe de ser apenas para a comunidade gay, afinal é preciso que não entendidos também entendam das coisas. Por isso, seja você entendido ou não, este livro te ajudará a compreender coisas como: Você nasce gay ou se torna gay? Será que meu amigo é gay? O que não dizer para um amigo gay? Como é viver no armário? Como se assumir? Seja bem-vindo ao mundo dos entendidos!

Selecionei esses títulos por achar que podem agradar um público maior. Há muita diversidade na literatura LGBTQ+. Entre os livros selecionados, temos o relato do Pedro HMC, um livro erótico, um romance com personagem transexual e romances gays. A próxima leitura do gênero será Quinze Dias, lançado pela GloboALT. Todo mundo esta elogiando a escrita divertida e emocionante do Booktuber Vitor Martins. Escolha o seu e boa leitura.

Vou terminar esse post com um vídeo muito fofo do Vitor Martins.

 

Fontes:
www.anistia.org.br;
Bruna Miranda Booktuber;
Vitor Martins Booktuber.


Beijos


Pense em uma coisa boa
e num instante você voa.
 Pense em uma coisa linda
se você não voa ainda.

12 comentários:

  1. Oi André,
    Adorei a postagem! A comunidade LGBTQ+ é formada por pessoas que merecem (e muito) respeito e que precisam ser representadas, não por estereótipos, mas como eles realmente são. Gostei das indicações de livros :)

    Um abraço!
    Jéssica Burgos - http://www.clubedofarol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem? Adorei suas dicas, tenho interesse em ler a algum tempo, pelo menos três dos que foram citados, assim que tiver a oportunidade com certeza o farei, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei as dicas de livros e terminei um recentemente que é minha segunda experiência desse gênero (Um Amor Singular - Trilogia do Amor) gostei bastante, o problema que estou avessa a romance romântico no momento, mas dica anotada para qdo meu momento acabar rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Já li alguns livros lgbt+ e sempre procuro livros assim. Quero muito ler Fera e já li Simon vs. A Agenda Homo Sapiens, gostei bastante da leitura.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    que legal, boas dicas. Dos citados, li Apenas um garoto, alguns dos outros já estavam na minha lista e agora estou ainda mais curiosa

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Suas dicas são ótimas! Apesar de que eu não citaria David Levithan como um bom exemplo. Quando você puder ler algum livro dele, talvez perceba que ele só consegue ir na questão do romance até um certo ponto, o desenvolvimento emocional do personagem fica estagnado, entende? Foi a minha impressão de 3 livros dele que li até agora, que são bacanas e interessantes, mas não são dignos de nenhuma coroa :P mas falando de coisa boa, estou super feliz de ver que a literatura LGBT nacional tem ganhado espaço nas editoras <3 é bem difícil que isso aconteça, não é um conto de fadas como andam pintando por aí, porque tem uma porrada enorme de gente que escreve trabalho muito foda que não ganha credibilidade de editoras. A Hoo é uma editora que foi englobada recentemente pela Universo dos Livros, e eles só publicam conteúdo LGBT. É um trabalho incrível de uma editora independente que, agora, vai ser ampliada. Vamos ficar de olho pra ver esse nicho ser cada vez mais presente nas estantes pelo Brasil :)

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Adorei suas dicas e algumas já tinha lidos

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Parabéns pela postagem, queria aquele botão do facebook, orgulho, pra poder curtir mil vezes aqui. é importante falar da data e incentivar a leitura que rompam com o preconceito.

    ResponderExcluir
  9. Muitos livros legais sendo indicados, curti! Também preciso ler vários e acho que o primeiro passo para ajudar na luta contra a homofobia é isso mesmo: tornar assunto. Precisamos ajudar a todos, mesmo que não sejam essas as nossas opções sexuais. Mais amor, por favor! Beijos e sucesso.

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li nenhum livro com essa tematica, esse mês espero mudar isso, e adorei sua iniciativa de fazer essa lista, acho que estamos precisando de mais tolerância e de amor pelo próximo indepedente de sua orientação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? ADOREI as indicações da temática. Já li alguns e outros já ficou como dica anotada para um futuro próximo. Ser contra a homofobia é isso: mostrar mais do universo, integrar cada vez mais no nosso dia-e-dia e coexistir.
    Beijos!
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir