Resenha | Extraordinário

15 de jun de 2017
R. J. Palacio

Oi Perdidos,

Eu li Extraordinário em abril deste ano, mas não consegui escrever a resenha dele de tanto que estava apaixonado pela história de August Pullman, mais conhecido como Auggie.

Auggie não é uma criança comum. Não digo isso por causa de sua deformidade facial, mas sim por causa da pessoa extraordinária que é.

Dito isso, esta resenha não poderia ser uma resenha comum, então resolvi escrevê-la através de preceitos, como o Sr Browne orientou seus alunos.

Título: Extraordinário (Wonder)
Autora: R. J. Palacio
Tradutora: Rachel Agavino
Editora: Intrínseca
Gênero: Infanto-juvenil
Páginas: 318
Ano: 2012
Classificação:


Preceitos são regras a respeito de coisas muito importantes, explica o Sr. Browne, professor de inglês de Auggie. Como um lema, uma citação famosa ou a mensagem de um biscoitinho da sorte. Vamos aos preceitos de Extraordinário:

1- Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil. (Dr. Wayne W. Dyer)

Auggie é um garoto de 10 anos comum. Faz tudo que uma criança de sua idade faz, mas ele nasceu com uma síndrome genética que o deixou com uma deformidade facial que faz com que qualquer criança ao vê-lo saia correndo e gritando. Apesar de todo o sofrimento, Auggie é uma criança divertida, gentil e inteligente.

2- Como um cordeiro indo para o abate.

Por causa das diversas cirurgias e complicações médicas, Auggie nunca frequentou uma escola. Ele era educado em casa pela mãe, porém chega o momento em que ela não se sente mais capaz e os pais decidem manda-lo para a escola Beecher Prep.

3- Ajudar, fazer, valorizar amigos é o único bem que deixamos nessa vida. (Provérbios 17)

Na escola, Auggie conhece Jack Will, Julian, Charlotte e Summer. Nem todos são tão receptíveis, mas é interessante ver como o relacionamento entre eles se desenvolve. O livro é dividido em 8 partes e 3 dessas partes são narradas sob a visão de Summer, Jack e Justin. Isso permite que a gente conheça um pouco mais cada um deles e compreenda as suas atitudes.

4- A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família. (Léon Tolstoi)

A família Pullman merece um destaque enorme, principalmente a mãe de Auggie. Eles dão total apoio e mantém Auggie forte para poder vencer as batalhas que terá que enfrentar. Nem tudo é fácil, como podemos ver na parte narrada por Via, irmã de Auggie.

5- Escrever é descrever emoção e traduzir coração. (Cecília Sfalsin)

Extraordinário é o primeiro livro da americana R. J. Palacio. Ela sempre atuou no mercado editorial norte-americano, mas como designer gráfica. Sua escrita é fluida, os capítulos podem ser curtos, mas a mensagem deixada nas entrelinhas é surpreendentemente forte e bonita. É uma história de superação para todas as idades.

6- Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo. (Auggie)

Este é um livro que deve ser lido por todo mundo. Não só pela bela mensagem de vida, como pela história maravilhosa. Não tem como não se apaixonar e se emocionar. Um livro especial que vai ficar marcado no meu coração para sempre.

Beijos.

A leitura de um bom livro é um diálogo incessante:
o livro fala e a alma responde. (André Maurois)

14 comentários:

  1. Hey, André!

    Já li muitas resenhas desse livro e todas elas são unânimes em recomendá-lo, dizendo ser ótimo. Até minhas amigas amaram e me recomendaram também. Mas não sou muito fã desse novo gênero, "sick lit". Eu sofro demais com os personagens, não gosto disso, não.
    Então vou deixar a dica passar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Sandra,
      O livro não segue essa linha "Sick lit". É muito lindo, dê uma chance ao Auggie.
      Beijos.

      Excluir
  2. Oi tudo bem?
    Eu amo essa história e também me emocionei muito com a vida do Auggie quando eu li e realmente uma lição de vida para todos nós, não vejo a hora de sair o filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiii tudo bem?
    Eu fiquei apaixonada pela sua resenha menino, com toda certeza adoraria ler, é uma história bastante envolvente e até triste ao meu ver, espero poder ler em breve.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgs,
      Não é uma história triste, é emocionante!
      Beijos,
      André

      Excluir
  4. Extraordinário é um livro maravilhoso, lembro que também fiquei encantada pela história de Auggie!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei a temática e o layout do teu blog, ficou bem construído, assim como esta resenha. Confesso que quando foi lançado, no auge do sucesso deixei de lado a vontade de ler por muitos comentários tanto positivos quando negativos, confesso que prefiro ler em tempos que tudo voltou ao normal e ele não é o famosinho da vez, fiz isso com tantos livros e tantos outros ficaram na lista que este também empacou lá e não saiu mais, agora com o filme, pretendo lê-lo para que possa compreender melhor a adaptação que nem sempre abrange tudo.
    Parabéns pelo blog e pelo conteúdo apresentado.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie,
      Obrigado pelos comentários!! Às vezes bate um desanimo com relação ao blog, mas quando lemos comentários como o seu parece que recarregamos as energias.
      Beijos,
      André

      Excluir
  6. Extraodinario é um livro curioso né? é de criança mas muito adulto aprende demais com a leitura dele

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Tenho a impressão de que sou a única pessoa do planeta que ainda não leu esse livro. Tenho muita curiosidade de ler e até já comprei, mas sempre vou passando outras leituras na frente.
    Adorei a resenha e os preceitos que você apresentou. O livro parece ser realmente uma leitura encantadora e emocionante. Espero ler em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. 'mensagem de um biscoitinho da sorte' definiu muito bem o livro, acho a proposta válida, mas para o público infanto-juvenil, não é um livro que me faça suspirar, mas, como disse, a mensagem é válida.

    ResponderExcluir
  9. Olá
    ah sou bem suspeita para falar pois adoro o livro e li há uns bons anos, não vejo a hora de ver o filme, parece que esta sendo muito bem adaptado, parabéns pela resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Adorei sua resenha :) Mas preciso dizer que não tenho vontade de ler esse livro, apesar de achar a história linda.

    Bjs!

    ResponderExcluir