Eventos | Clube do Livro ES - Livros Hot

8 de abr de 2017

Oi Perdidos,

Eu tinha prometido pra mim mesmo que faria um post sempre que participasse de um evento, mas não estava levando minha promessa muito a sério.

Um dos eventos que amo participar todos os meses é o Clube do Livro do ES, capitaneado pela Aline do Memórias Literárias.


No último sábado de cada mês, nos reunimos e discutimos sobre um tema escolhido antecipadamente. Gosto da discussão não ser fechada em apenas uma obra, o que permite uma discussão mais abrangente

O tema do mês de março foi Literatura Hot

As mediadoras do mês foram Adriana, do Meu Passatempo blábláblá, Gisela, do Ler para Divertir e Laiara, do canal Laiara Dias. Todas as três gostam e entendem bastante sobre o tema.


A literatura erótica é o gênero literário que utiliza o erotismo em forma escrita, para despertar ou instruir o leitor sobre as práticas sexuais. Pode também ser chamada de literatura pornográfica, se as cenas sexuais são realmente muito explícitas. (Wikipédia)

Elas fizeram um levantamento histórico do gênero, começando com o Antigo Regime, quando os livros eram publicados de forma clandestina, porque não tinham permissão da Igreja nem do Estado. As mulheres eram consideradas incapazes de descreverem cenas sensuais com a mesma precisão que os homens.

No Século XIX, o Romantismo se expandiu com a chegada dos folhetins e passou a ser chamado de Literatura de Massa. A elite intelectual não aceitava ter a mesma preferência literária que os emergentes e começou um trabalho de difamação do gênero.

Os romances com temática de sexo eram considerados como Romances para Homens. Não era bem visto que as mulheres lessem essas obras por serem consideradas má influência. Isso não mudou muito com o tempo, não é mesmo? Ainda é comum ver pessoas (inclusive mulheres) fazendo cara feia para quem está lendo um livro cujo título ou capa remete para um conteúdo mais ousado sexualmente.

No Século XX, a sexualidade foi incorporada pelo capitalismo para gerar lucro e a mulher acabou virando um objeto sexual, sem voz ativa. No final desse século, houve a libertação feminina e a literatura erótica passou a ser produzida também por mulheres. Mas ainda estavam destinadas a livros pequenos, vendidos em banca de jornal.

Foi só no Século XXI, com Cinquenta Tons de Cinza que a literatura erótica foi colocada sob os holofotes. Mesmo que você não goste da obra de E.L. James, tem que dar mão à palmatória que ela fez um grande serviço para a Literatura Hot.

Confira alguns Livros, Trilogias e Séries que foram indicados pelas 3 mediadoras:



Todo esse texto foi escrito tendo como base a pesquisa feita pelas meninas que mediaram o encontro. Parabéns!! Foi um dia muito prazeroso!


Beijos.


Pense em uma coisa boa
e num instante você voa.
 Pense em uma coisa linda
se você não voa ainda.

6 comentários:

  1. André
    Ficou perfeito! Bem fiel ao que foi falado no evento. Apoio totalmente a sua ideia de fazer um para cada evento. Vou divulgar no meu blog.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gisela,
      Fico feliz que tenha gostado do post.
      Beijos,
      André | Garotos Perdidos

      Excluir
  2. Nossa André que lindo.
    Prestou atenção né? kkkk
    Fico muito grata, você foi bem detalhista, citou todos os livro e até mais do que comentamos, adorei.
    Obrigado.
    Bj
    www.meupassatempoblablabla.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adriana,
      Pretendo fazer todo mês um post dos encontros do Clube do Livro do ES que é sempre um prazer participar, trocar ideias sobre livros e fazer amigos.
      Beijos,
      André | Garotos Perdidos

      Excluir
  3. Participar dos eventos sempre nos traz a oportunidade de conhecer livro e trocar experiências... É super enriquecedor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mara,
      É ótimo mesmo! Adoro! Aguardo sempre ansiosamente o encontro mensal do Clube do Livro do ES. Fiz grandes amigos lá.
      Beijos,
      André | Garotos Perdidos

      Excluir