Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes [Resenha]

26 de jun de 2016

Título: Como Eu Era Antes de Você
Autor: JoJo Moyes
Editora: Intrínseca
Gênero: Drama
Páginas: 320
Ano: 2013
Classificação: Favorito

Fazia tempo que eu queria ler um livro da Jojo Moyes pra confirmar se é justo todo o hype sobre a autora. Como Eu Era Antes de Você é seu livro mais famoso e o primeiro a ser adaptado para o cinema.

A história é sobre o romance entre um tetraplégico e sua cuidadora. Fiquei com medo do livro ser mais um romance dramático feito sob medida para arrancar lágrimas do leitor. Mas Jojo entrega muito mais do que isso.


Em 2007, conhecemos Will Traynor, um alto executivo de sucesso e sua linda namorada. Ele sai para trabalhar após passarem a noite juntos. Chove horrores na Inglaterra e quando Will está pegando um taxi, é atropelado por uma moto.

Dois anos depois, somos apresentados à Louisa Clark e sua família. O pai está desempregado e a mãe é dona de casa. A irmã, Katrina, é mãe solteira do pequeno Thomas e largou a faculdade. Há ainda o avô doente. Todos dependentes do salário da pequena Lou. Portanto, quando ela chega em casa dizendo que está desempregada, a tensão é grande.

Lou trabalhava na cafeteria The Buttered Bun, mas o dono fechou o estabelecimento e voltou para a Austrália. Agora, ela precisa encontrar um novo emprego. Sua única opção é ser acompanhante de um tetraplégico.

Will é um homem perverso e costuma afastar todos que estão ao seu redor.Com Lou isso não é diferente. Mas, a Sra. Camilla Traynor, mãe de Will, espera que o jeito caloroso, falante e cheio de vida de Lou consiga quebrar a barreira criada por ele.

Lou consegue aos poucos conhecer quem é Will Traynor, mas fica aterrorizada ao saber que ele já tentou se matar uma vez e que deu 6 meses para seus pais aceitarem sua decisão. Ele que ir para Dignitas, uma organização (verídica) na Suíça que faz suicídios assistidos. Lou decide, então, fazer com que Will mude de ideia, mas o tempo e a limitação física dele estão contra ela.
Não importa quanto a vida possa ser ruim. Sempre existe algo que você pode fazer, e triunfar. (Stephen Hawking)
O hype existente sobre Jojo Moyes é válido. Ela desenvolve a história na velocidade correta para que possamos conhecer e nos preocuparmos com os personagens. O livro trata não apenas do romance entre Lou e Will, mas também sobre a evolução dela. De tudo que ele faz para que ela se solte de seus traumas do passado e viva.

Você só vive uma vez, é sua obrigação aproveitar a vida da melhor forma possível. (Will Traynor)
A autora trata de temas polêmicos. Durante todo o desenrolar da história, acompanhamos a vida de Will sobre a cadeira de rodas. As dificuldades, as dores, as doenças, os remédios. Mas, também temos conhecimento de outras pessoas que passam pelo mesmo problema, durante a pesquisa de Lou, e aceita sua nova situação. Será que a decisão de Will de se matar é correta? Será que ele não está sendo egoísta? Será que podemos chamar de vida o que ele está tendo? O debate sobre a eutanásia não é um debate fácil, ainda mais se envolvermos religião nessa equação.

Ninguém que ouvir esse tipo de coisa. Ninguém que ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado com a possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. (Will Traynor)
Jojo Moyes procura não fazer de Como Eu Era Antes de Você uma história panfletária, apenas conta uma história muito tocante entre duas pessoas que se gostam muito. Na minha opinião, o que Will e Lou sentem um pelo outro é algo que vai muito além de amor.

É algo... divino!


Foto: André Gama

Nenhum comentário:

Postar um comentário