Casamento Grego 2 [Crítica]

12 de abr de 2016

Título: Casamento Grego 2
Título Original: My Big Fat Greek Wedding 2
País de Produção: EUA e Candá
Ano de Produção: 2016
Diretor: Kirk Jones
Atores: Nia VardalosJohn Corbett e Elena Kampouris.
Gênero: Comédia Romântica
Produtora: Universal
Classificação: 3 Estrelas

Em 2002, a comédia romântica Casamento Grego foi um enorme sucesso comercial. Com um orçamento de apenas 5 milhões de dólares, faturou mais de 241 milhões. Além disso, foi indicada ao Oscar (Melhor Roteiro Original), Globo de Ouro (Melhor Roteiro Original e Atriz para Musical e Comédia) e ao Screen Actor (Melhor Elenco). Era lógico que uma continuação viria em seguida, mas não foi o que aconteceu.

Casamento Grego 2 chegou aos cinemas com 14 anos de atraso. Os mesmos atores voltam a interpretar seus papéis na família Portokalos, com o acréscimo da delicada Elena Kampouris, que interpreta Paris, filha da personagem de Nia Vardalos.


Imaginei que o filme fosse apenas atualizar a história de Nia Vardalos que no primeiro filme se apaixonou por um homem que não é grego e teve que lutar para fazer com que a sua louca família o aceitesse, mas Casamento Grego 2 traz 3 histórias intercaladas.

Os pais de Vardalos descobrem que não estão realmente casados. Falta a assinatura na Certidão de Casamento o que invalida tudo. A mãe dela quer fazer tudo correto desta vez, desde o pedido de casamento, mas o pai acha tudo uma bobeira já que viveram tantos anos como casados. Como estamos falando da família Portokalos, tudo é extravagante e divertido.

Enquanto Vardalos tenta concertar o casamento de seus pais, seu próprio casamento sofre com a falta de tempo. As poucas vezes que estão juntos, acabam conversando sobre a filha adolescente que está decidindo para qual faculdade vai.

Os avôs de Paris querem arrumar um marido grego para ela, mas o que ela realmente deseja é se afastar da loucura que é a sua família.

A história dos pais de Vardalos se destaca e traz os melhores momentos do filme. O filme é leve, divertido e consegue emocionar.

Amor não tem idade e nem cultura!!

Um comentário:

  1. André
    Eu gostei demais do primeiro filme e gostaria muito de ver este também. Pelo que você descreveu acho que vou me divertir bastante com este também.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Sorteio dos livros Nocaute + Entre Quatro Poderes

    ResponderExcluir