Resenha | Boneco de Pano + Evento Policial Arqueiro

21 de nov de 2017

Daniel Cole

Oi Perdidos,

Dia 11 aconteceu em várias capitais do país o Encontro de Fãs de Literatura Policial organizado pela Editora Arqueiro. Foi um evento muito divertido, organizado por Adriana, do Meu Passatempo blábláblá..., Aline, do Memórias Literárias e Gisela, do Ler para Divertir.

Elas me convidaram para falar sobre o livro Boneco de Pano, um suspense policial, escrito pelo britânico Daniela Cole. Poly, do Polypop, falou de Ninfeias Negras e Marcos, de A Grande Ilusão, tudo intercalado com muita brincadeira e brindes.

Foi uma tarde muito gratificante! Obrigado, menianas!

Crítica | Lúcifer

18 de nov de 2017
Oi Perdidos,

Tom Ellis

Vim aqui para indicar uma série investigativa bem inusitada. Não! Não estou falando de CSI ou de seus derivados (que adoro), mas sim de Lucifer. Essa série seria bem convencional se o nome dela não indicasse que o personagem principal é o próprio Senhor do Inferno.

Resenha | Assassinato no Expresso do Oriente

14 de nov de 2017
Agatha Christie
Cenário montado na Bienal do Rio 2017 pela Harper Collins Brasil

Oi Perdidos,

Não tinha lido nada da Agatha Christie até o momento. Aproveitei que a adaptação cinematográfica de Assassinato no Expresso do Oriente estreia no próximo dia 30 para conhecer a escrita dessa mulher que é conhecida como a Rainha do Crime.

Embarquei nesse Expresso e acompanhei as investigações do detetive Hercule Poirot de pertinho.

Crítica | Depois Daquela Montanha

10 de nov de 2017

Oi Perdidos,

Na crítica de A Noiva falei que queria ver Depois Daquela Montanha, filme baseado no livro homônimo de Charles Martin, lançado pela Editora Arqueiro.

O filme não estreou no cinema que costumo ir, daí surgiu aquela dúvida se isso era por causa da qualidade do longa, Um filme com Idris Elba e Kate Winslet não pode ser ruim, pode?

Resenha | Vida e Morte

7 de nov de 2017

Crepúsculo

Oi Perdidos,

Li Crepúsculo em um momento difícil da minha vida e foi com essa série que voltei a ler após um longo período de abstinência. Por isso, tenho um carinho especial pelo romance de Bella e Edward.

Tinha medo de ler Vida e Morte e ele matar as boas lembranças, mas Bete, do blog Clube do Farol falou que eu podia ler sem medo. Acreditei nela e voltei mais uma vez para Forks.

Crítica | A Noiva

3 de nov de 2017

Oi Perdidos,

Gosto muito de filmes de terror, então, acabei dando uma chance ao filme A Noiva, já que Depois Daquela Montanha não estreou no cinema que vou sempre. Esses dois filmes foram as maiores estreias dessa semana.

Devo ver Depois Daquela Montanha, filme baseado no livro homônimo, neste final de semana ou durante a semana que é mais barato.

Resenha | Alice Black: Princesinha do Inferno

31 de out de 2017

Oi Perdidos,

Minha amiga Adriana, do blog Meu Passatempo blábláblá..., sempre falou do livro Alice Black: Princesinha do Inferno e fiquei intrigado com a história de uma menina que tem a alma vendida ao demônio pela própria irmã para ter sucesso no mundo da música.

Uma ótima leitura para o mês de outubro, quando se comemora o Dia das Bruxas.

Lista | Most Read Authors by Goodreads

25 de out de 2017
Oi Perdidos,

Outro dia estava navegando pelo Goodreads quando me deparei com a ferramenta Most Read Authors que mostra quais foram os autores que mais li.

Fiquei curioso para saber quias eram e entrei para conferir.

Resenha | Uma Vez Mais Com Ternura

11 de out de 2017
Nora Roberts

Oi Perdidos,

Dia 10 de outubro foi aniversária da autora Nora Roberts e o Blog Pretenses está organizando o #NoraPartyES para este final de semana aqui em Vitória ES, com o apoio dos amigos Clube do Farol, Meu Passatempo Blábláblá, Memórias Literárias, Reino da Loucura, Os Livros da Bela e, é claro, Garotos Perdidos. A loja de artesanato Sonhos e Rosas e as editoras Arqueiro, Bertrand Brasil e Harlequin/HaperCollins também estão apoiando o projeto.

Nunca tinha lido nada da Nora até o momento. Tinha a ideia de que a autora só escrevia romances adultos com uma pegada bem romântica, mas me surpreendi muito com Uma Vez Mais com Ternura.

Crítica | Blade Runner 2049

7 de out de 2017
Denis Villeneuve

Oi Perdidos,

Blade Runne: O Caçador de Androides, filme noir dirigido por Ridley Scott, não fez muito sucesso quando foi lançado nos cinemas em 1982. Só mais tarde, com o lançamento em vídeo, que o filme passou a ser cultuado pelos fãs de ficção científica.

Trinta e cinco anos depois, Ridley Scott volta ao universo de Blade Runner apenas como produtor executivo, deixando a direção de Blade Runner 2049 para o canadense Denis Villeneuve.

Será que Villeneuve consiguirá fazer jus ao clássico de Ridley Scott?